Monumento da Playa Girón

Baía dos Porcos

O Monumento da Playa Girón inscrito em um concurso internacional, celebra a vitória cubana sobre os Estados Unidos na tentativa de invasão à Baía dos Porcos, em 1961. O memorial apresenta um corpo singular que brota do solo na paisagem litorânea, sendo envolvido por uma praça para 30 mil pessoas. O projeto ficou em segundo lugar na disputa, mas foi o preferido de Fidel Castro, o que abriu espaço para negociar sua execução. Com passagens para Cuba marcadas para 7 de abril de 1964, a equipe de Penteado teve a viagem suspensa após o Golpe Militar, ocorrido uma semana antes, e a obra nunca saiu do papel.

FICHA TÉCNICA

Código base

62.01

Título do Projeto

Monumento da Playa Girón

Variantes não autorizadas do nome

Monumento à Cuba
Monumento de Playa Girón

Indicações de responsabilidade

Fábio Penteado, 1929-2011
Ubirajara Giglioli
José Carlos Ribeiro de Almeida
Tito Lívio Frascino
Vasco de Mello
Escritório Oswaldo Moura Abreu

Data de início

1962

Dimensão e suporte

6 desenhos técnicos; 2 croquis; 7 negativos; 28 slides e 2 ampliações fotográficas

Sistema de arranjo

Totalmente catalogado. Parcialmente digitalizado.

Cidade

Baía dos Porcos

Obra executada

Não

Tipo de contratação

por Concurso

Programa/função

por Cultural